Comprar um tênis de corrida, nem sempre é uma tarefa muito fácil. São muitos modelos diferentes, os vendedores nem sempre estão bem preparados para uma correta orientação e, também, é difícil saber se a opinião deles não é tendenciosa. Para uma compra bem sucedida, primeiro é preciso saber o seu tipo de pé e pisada. Os tipos básicos de pé são:

Pé plano: aquele que quase não possui arco no meio do pé. A pegada é grande e geralmente a pisada fica pronada, ou seja, durante a fase de apoio do pé no chão ocorre um movimento do tornozelo para dentro (pronação).

Pé cavo: aquele que possui um arco acentuado no meio do pé, que quase não encosta no chão durante a pisada. A marca da pegada é pequena e, muitas vezes, a pisada fica supinada, ou seja, apóia principalmente a parte de lateral do pé no chão.

Pé neutro: arco do pé normal, nem muito acentuado nem muito plano.

Antes de relacionar os tênis aos tipos de pés, vale lembrar que nas lojas os tênis são classificados basicamente em 4 tipos: motion-control, cushion, stability, lightweight.

Já identificou o seu tipo de pé? Então vamos aos tênis:
Pé plano (pisada pronada): A pisada pronada permite um excessivo apoio do pé na borda medial (lado de dentro), o que pode trazer problemas não só de tornozelo, mas também de joelhos, portanto este tipo de pisada requer um tênis com maior controle de movimento (motion-control). Estes tênis não permitirão este movimento exagerado dos pés para dentro, o que vai deixar a pisada mais “firme”.

Pé cavo (pisada supinada): Indivíduos com este tipo de pé não precisam controlar os movimentos dos tornozelos, pois geralmente apresentam pés mais rígidos e, portanto, se beneficiam de um tênis mais flexível. Os tênis com bom amortecimento (cushion) geralmente apresentam um solado mais curvo, para estimular o movimento do pé e por este motivo são indicados para pés cavos.

Pé neutro: não precisam de cuidados especiais.

Últimas considerações:
Stability: não servem para indivíduos que apresentam pronação excessiva, mas podem ser interessantes para aqueles que querem uma boa estabilidade.
Lightweight: devem ser utilizados em provas ou treinos rápidos, principalmente por corredores velozes.

Profª Dra. Marilia Andrade
Especialista em Fisiologia do Exercício
Especialista em Aparelho Locomotor no Esporte
Doutora em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *